BLOG

Probióticos e Melanogenese

Na busca por novos agentes clareadores, pesquisadores investigaram a capacidade antioxidante do filtrado da cultura de Bifidobacterium adolescentis e seu efeito inibitório na melanogênese.  Bactérias do gênero Bifidobacterium são conhecidas como probióticos, pois causam benefícios à nossa saúde intestinal.

A melanina, pigmento escuro produzido pelos melanócitos, é responsável pela cor da pele e tem um papel muito importante na proteção da pele contra os danos causados pelos raios ultravioleta (UV). A tirosinase é uma enzima chave que catalisa o passo limitante da formação da melanina, um processo chamado melanogênese. O acúmulo de melanina leva a vários distúrbios de hiperpigmentação da pele.

Os resultados desse estudo preliminar revelaram que o filtrado da cultura de B. adolescentis foi efetivo como antioxidante em um padrão dependente da dose. Adicionalmente, o filtrado de cultura bacteriana suprimiu a atividade da tirosinase murina e diminuiu a quantidade de melanina de um modo também dependente da dose.

Será que estamos no caminho para ativos efetivos e probióticos para cosméticos??

Referência:

HUANG, Huey-Chun et al. Antimelanogenic and antioxidant activities of Bifidobacterium infantis. Af J Microbiol Res v. 5, n. 20, p. 3150-3156, 2011.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter