BLOG

Conheça qual o seu tipo de pele para saber melhor como cuidar dela

Cuidar da pele envolve ciência e disciplina, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. Para isso a primeira coisa que você precisa saber é identificar qual o seu tipo de pele, pois só assim você conseguirá ser mais assertivo para encontrar os produtos cosméticos que funcionam para você.

Existem basicamente 7 tipos de pele: normal, oleosa, seca, mista, com tendência a acne, sensível e madura.

Peles normais: possuem a produção de sebo na medida. Não são nem muito ressecadas e nem oleosas demais. É uma pele firme, com poucas linhas de expressão e rugas. Como é um tipo de pele que não se sensibiliza facialmente, tolera muito bem a maioria dos ingredientes cosméticos, permitindo com que você teste sem medo a maioria dos produtos para encontrar o que melhor se adequa a sua pele.

Peles oleosas: a pele parece ser mais espessa e parece estar sempre brilhando. Produz maior quantidade de sebo, que deixa ela com aspecto oleoso, com poros grandes e pode ter tendência a acne. A zona T costuma ser mais oleosa que as outras área. Quem tem pele oleosa já é amiga de longa data de pós matificantes e parece nunca encontrar o produto ideal. Produtos com óleos minerais, álcool e derivados de petróleo devem ser evitados. Procure por produtos não comedogênicos, que não obstruem os poros, e hidratantes “oil free”. Sim! Ainda é necessário hidratar a pele, mas com os produtos certos.

Peles secas: muitas vezes é difícil separar peles secas de peles desidratadas, mas são coisas diferentes. Pele seca é um tipo de pele, como tem pele oleosa, pela mista. Já pele ressecada é uma condição da pele. Uma pele normal pode ficar ressecada  temporariamente, quando uma determinada região em questão fica extremamente seca, podendo levar até à formação de feridas e rachaduras. Geralmente, isso se dá por conta de fatores externos e, muitas vezes, em regiões com menor concentração de glândulas sebáceas, como joelhos, cotovelos, calcanhares e pernas.  

Pele desidratada é uma pele que falta água, que tem a barreira comprometida, desequilíbrio de microbiota, e permite a perda excessiva de água. Todos os tipos de pele podem apresentar sinais de desidratação. Abuse de cremes hidratantes várias vezes ao dia, especialmente depois de higienizar o rosto. Evite produtos agressivos que contenham muitas fragrâncias. Use óleos vegetais como semente de uva, aveia, gérmen de trigo, que são mais biocompatíveis com a pele e vão evitar a perda de água. E é claro!! Não se esqueça de beber muita água para hidratar a pele por dentro.

Peles mistas: A pele mista na verdade não é um tipo de pele, é a junção de características da pele seca e da pele oleosa. É aquela pele que tem a zona T (formada pela testa, nariz e queixo) mais oleosa e o restante possui características gerais de ressecamento como a perda de viço e elasticidade, rugas finas e até mesmo pontos de descamação. Quem tem a pele mista costuma ter dificuldade de encontrar produtos que se adequam ao seu tipo de pele, o que as vezes acaba piorando a área mais oleosa, ou ainda muitos acabam não hidratando a pele, e tanto as áreas mais secas como as mais oleosas precisam sim de hidratação.

Quando você lava excessivamente e quando não hidrata a pele oleosa, ele acaba ficando ainda mais oleosa., aumentando as chances de aparecem as espinhas. Os produtos mais indicados são aqueles que hidratam sem pesar na pele e que tenham ativos que controlam a oleosidade, como PCA de zinco e ácido salicílico. O ácido salicílico é um ótimo ativo para limpeza da pele mista.

Peles com tendência a acne: você sabe que sua pele tem tendência à acne pela frequência com que aparecem cravos e espinhas. Às vezes até parecem que nunca vão embora. Isso significa que seus poros obstruem facilmente. Se você tem a pele oleosa, você pode ter uma tendência maior a ter acne, mas peles secas também podem ser mais propensas a acne. De preferência a produtos específicos para peles acneicas, como hidratantes, géis de limpeza e esfoliantes, que contenham por exemplo ácido salicílico, argila, peróxido de benzoíla, niacinamida ou retinol.

Peles sensíveis: como o próprio nome diz, peles sensíveis se sensibilizam e se irritam mais facilmente que as demais. Seja por questões genéticas, alimentares ou agressões externas, pessoas com peles sensíveis sentem que a pele fica avermelhada, irritada, com coceiras, sensação de queimação e alguns pontos localizados onde ela é mais ressecada. Pessoas com esse tipo se pele precisam ser bem criteriosas com os cosméticos que utiliza e até mesmo outros produtos de higiene. Evite produtos que contenham fragrâncias e álcool e dê preferência a produtos com poucos ingredientes, mas que sejam calmantes e anti-inflamatórios.

Peles maduras: existe uma dura verdade, todos nós vamos envelhecer, e consequentemente nossa pele também vai. Linhas de expressão e pequenas rugas começaram a aparecer, e a pele ficará com uma aparência mais sem viço, com mais manchas e mais desidratada. Conforme envelhecemos perdemos colágeno e elastina e a pele fica sem sustentação. Ela também fica mais fina e mais propensa a desidratação. É necessário cuidados que restauram a pele mas que também atuam de forma preventiva, evitando danos maiores. Na verdade não há hora certa ou errada de começar com produtos anti-idade, e devem ser priorizados cosméticos que estimulam a síntese de colágeno,estimulam a renovação celular,  hidratam profundamente e protejam contra as agressões externas.

Conseguiu identificar qual o seu tipo de pele dominante??? Conta pra gente nos comentários qual seu tipo de pele e se agora você vai cuidar dela muito melhor!!!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter