BLOG

8 mitos e verdades a respeito dos filtros solares

O sol é extremamente importante e prejudicial para nossa pele ao mesmo tempo. É através dele que conseguimos sintetizar as maiores quantidade de vitamina D, um hormônio com diversos benefícios para o nosso organismo, a começar da nossa imunidade. Ao mesmo tempo o câncer de pele está ai, e já é mais que comprovado que a exposição excessiva ao sol danifica nossas células e nos predispõe ao melanoma.

Já escrevemos aqui no blog sobre a importância de nos protegermos, de usarmos filtro solares e até mesmo a quantidade certa que deve ser utilizado. Mesmo assim muitas dúvidas ainda pairam no ar quando o assunto é proteção solar. Muitos mitos, muitas verdades e muitas informações desencontradas.

Então separamos uma lista dos principais pontos a serem observados quando o assunto é uso do filtro solar.

  1. Filtro solar protege contra manchas de pele sim!

Se você aplica filtro solar diariamente e mesmo assim sua pele se queima e mancha, provavelmente você não está aplicando a quantidade correta. Se você aplica menos do que deveria a proteção pode cair pela metade, às vezes até menos da metade. Ou seja, sua pele não está nada protegida.

2. Não importa se o filtro solar que você usa é químico ou físico.

O que importa é que ele proteja a sua pele contra os danos causados pela exposição ao sol. Mas claro você precisa sim ver com qual você mais se adapta, com qual textura, e qual você prefere em termos de ativos, se sintéticos ou minerais. Mas o importante de tudo isso é você usar um sempre!

3. Usar filtro solar de amplo espectro é imprescindível!

É necessário usar um produto que proteja contra a radiação UVA (a que envelhece), UVB (a que queima) mas também contra luz visível, onde entra a luz azul, essa presente em computadores, celulares, tablets, etc. Está mais que comprovado o papel envelhecedor desse tipo de radiação. Uma forma de se proteger contra a luz azul é utilizar produtos que contenham pigmentos, como filtros com cor.

4. Filtro solar mineral é diferente de filtro solar orgânico.

E filtro solar orgânico não é o que você pensa que é. Filtro solar mineral é na verdade inorgânico, compostos pelo dióxido de titânio e o óxido de zinco geralmente. São filtros que formam uma barreira física. Filtros orgânicos são na verdade químicos, que absorvem a radiação e por isso nos protege.

5. Alguns filtros químicos são mais tóxicos que outros mas não causam câncer como a radiação UV causa.

Existe sim muita discussão na comunidade científica sobre os efeitos estrogênicos e antiandrogênicos de alguns filtros solares.  Por exemplo, já foi comprovado que a benzofenona 3 após ser aplicada na pele é absorvida e parece ficar acumulada no organismo mesmo após 5 dias. Outros estudos relacionam essa subst6Ancia com aumento de endometriose.  No entanto fitros com essa substancia são permitidos no Brasil e exterior. Existe a polêmica sobre filtro solar causar câncer de pele. Mas o que ocorre é que a pessoa que usa o filtro acaba se expondo muito mais ao sol, do que aquele não não se protege com o filtro, e ai acaba evitando a exposição. Estudos mostram não existir relação entre uso do filtro solar e aumento de casos de câncer de pele.

6. Se você tem a pele sensível, experimente filtros minerais. Mas use um.

Normalmente a formulação de filtros minerais tende a ser mais suave para peles mais sensíveis ou que se irritam facialmente. Evite produtos que contenham muitos ingredientes, fragrâncias, etc..

7. Proteção solar vai muito além de aplicar filtros solares.

Nossa pele é nossa maior órgão e é importantíssimo que ela esteja íntegra e saudável para que consiga exercer seu maior papel que é o de nos proteger. Se precisar se expor use roupas de manga longa, chapéus, guarda sol se possível. Mantenha cicatrizes e feridas longe do sol e aplique e reaplique bastante protetor.

8. Use filtros com fator mínimo de proteção FPS 30.

Quanto menor o FPS, menos tempo você consegue ficar exposta sem causar lesão. Mas é verdade que um produto FPS 60 protege pouca coisa mais que um FPS 30. O problema é que as pessoas raramente utilizam a quantidade certa de filtro solar, a quantidade que realmente a protegeria. Aí a proteção de FPS 30 muitas vezes cai pela metade. Então é melhor utilizar um FPS 60 para garantir um mínimo de proteção. Mas é sempre necessário a reaplicação de 2h em 2h para manter a proteção.

Gostou do artigo??? Então se cadastra no nosso site para receber mais textos como esse!!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter